quinta-feira, 19 de maio de 2011

Inverno = ganho de peso? Nãooooo! Faça logo um plano de ação!

O inverno é a estação perfeita para nos escondermos atrás das desculpas.
O friozinho dá aquela preguiça aguda de fazer qualquer coisa fora de casa e a vontade é de nos entocar mesmo, que nem tatu.
Melhor ainda se for com um cobertor bem fofinho, pantufas, um colinho e...
um prato de brigadeiro quentinho para comer de colher! humm

Normal, é assim pra todo mundo.
No frio o organismo pede mais calorias para manter a temperatura do corpo.

A diferença é que algumas pessoas sucumbem à isso completamente e outras nem tanto, e a diferença aparece depois que o frio passou.

Você passa três meses só na abundância... um risotinho e vinho com o marido, um chocolate quente e torta num passeio com a mãe, um bolo que sobrou do batizado da vizinha com a cunhada, um foundue completo com as amigas (com direito à raspar a panela de chocolate), um pão francês com manteiga no café da manhã daquele domingo gelado...
Isso sem contar nas vezes que você também se permitiu furar a academia ou disse não àquela esteirinha ordinária no fim da tarde só porque o sofá estava quentinho e a programação da GNT incrível....

E depois ainda reclama!?

Pois é, infelizmente (ou não) colhemos o que plantamos.
E se a coisa ficar muito solta já viu.... o inverno passa e deixa suas lembranças... e elas não são nada bem vindas: dois, três, quatro, cinco quilos extras!

Vamos visualizar a cena...
As calças não fecham, as blusas estão marcando e você sem equilíbrio emocional nenhum para fazer uma reeducação alimentar.
Você se olha no espelho e se sente um shar-pei.
Só que ao invés de sentir compaixão, o que você sente é ódio de si mesma e um enorme arrependimento de ter sido tão preguiçosa e gulosa.

O desespero chegou e aí a solução é correr contra o tempo... você se matricula na academia mais cara da cidade e começa a fazer aquela aula super ultra baster power de bike com duas horas e meia de duração, todo santo dia. 
E ainda bate um telefonema para a sua nutri pedindo pelamordedeus pra ela te ver com urgencia e já ir bolando numa dieta que te faça perder 4 kg em uma semana. E um suplemento que tire a fome e a ansiedade, claro.

O resultado disso é você exausta, esgotada, faminta, deprimida e... frustrada!
Porque fora um desinchaço inicial, a pança continua ali, no mesmo lugar e não mostra vontade alguma de deixar o seu corpitcho.
Isso tudo se você tiver a sorte de não passar mal e acaber num pronto socorro desmaiada, com queda de pressão, tontura... e sua pançinha companheira firme e forte com você.
Ou melhor, mole e frouxa. Ufff, que horror!

Correr atras do prejuízo nos meses que antecedem o verão até ajuda, mas o esforço é redobrado, e o resultado nunca é o mesmo de quem passa o ano inteiro se cuidando, em doses homeopáticas.

Por isso tudo, watch out!!!
A hora de agir é agora e não depois do leite derramado (mesmo que seja desnatado rs).
Drama? Não, realidade!

Qua tal fazer esse outro filminho na cabeça, tendo VOCÊ como personagem principal e dramatizando ainda mais a cena, para quem sabe assim você tomar consciência do perigo?

Imagine você com 5 quilos a mais e a cara bem rechonchudinha.... que fofa não?
Aquele braço de pão que te deixa um boto nas fotos, a barriga saltando da calça jeans, celulites por toda parte e ainda por cima aquela pele branca do inverno que piora tudo.
Socorro!!!!!!!!!!
Diga não à esse filme e faça um plano de ação antes mesmo do inverno chegar!

Ele não precisa ser cheio de resultados imediatos, mas pode ser o início de um trabalho muito mais consistente e que dará frutos bem na época que você vai estar querendo colocar as perninhas de fora e estar com tudo em cima.
E isso serve tanto para exercícios quanto para a alimentação!

Você não precisa malhar todos os dias e nem passar o inverno todo morrendo de tédio com uma saladinha, mas também não precisa virar a rainha do sofá e nem abraçar a compulsão.

Se for preciso procure ajuda!
Convide uma amiga para malhar com você, invista num personal trainer durão ou faça um esporte novo cheio de desafios.
Que tal entrar para um grupo de corrida?
Em São Paulo existe um muito legal chamado TPM- "Treinamento para Mulheres", coordenado pela querida Adriana Picsek.
Ela desenvolve para cada aluna um programa individualizado de treinamento, seja de corrida, caminhada, ginástica localizada ou alongamento.
E a mulherada é super unida e animada, o que motiva ainda mais as preguiçosas de plantão(http://www.treinamentoparamulheres.com.br/).

E quanto à alimentação, que tal procurar um(a) nutricionista já e montar um planejamento alimentar que equilibre suas vontades com as suas necessidades?
Não é defender o meu peixe mas, de verdade, mesmo que você ache que se alimente bem, sempre há o que aprender.
Combinação de alimentos ruins, alergias alimentares, carências nutricionais... tudo isso pode estar estagnando a sua energia e o seu peso.

Associando uma coisa à outra, pode apostar, você passará um inverno bem diferente dos outros... com sacrifícios sim, mas também com muitos prazeres, só que conscientes e dosados.

E ""milagrosamente"" (muuuuitas aspas) no final da estação você estará ainda mais linda, ainda mais magra* e ainda mais feliz do que no começo, cheia de energia e de bem com você mesma. Melhor assim, não é?

*gostaria de frisar que a magreza em si não deve ser um objetivo final num plano de ação saudável, aqui foi usado para ilustrar uma imagem de sucesso!

3 comentários:

  1. Fernanda,

    tarde demais, abri o último ovo antes de ler o seu post...e pior ainda sobrou um pedaço...ai jesus

    Sou de floripa, pra participar dessa corrida só se for correndo até SP...e olha que o frio dá uma preguiça.

    Adorei o post. Boas dicas, vou tentar ser mais consciente, ou apenas consciente.

    ResponderExcluir
  2. Eu faço treinamento com a Adriana da TPM...e agora que me jogar na nutrição correta.

    ResponderExcluir

Seu comentário, dúvida ou sugestão é muito bem vindo!