segunda-feira, 6 de junho de 2011

Como aumentar a imunidade das crianças


Os primeiros dias mais frios do ano são uma delícia... agasalhos, lareira, edredom... e a sensação de que o inverno está mesmo chegando.
O problema é que depois que somos mães, a mudança de temperatura pode trazer além de agasalhos muito cansaço e preocupação. 
Visitas constantes ao pediatra, narizinhos entupidos, febres e noites sem sono nos deixam esgotadas e com o coração na mão.
Quem é mãe sabe o cansaço e preocupação que é ter um filho doente em casa.
Além da exaustão física de ter um colo 24 horas à disposição, tem também o cansaço emocional de ver nossos pequeninos sofrendo com tosses, viroses, dificuldades para respirar e engolir e tantas outras coisas chatas.
Isso sem contar que doentinhos não querem comer bem e ainda faltam a escola, o que nos deixa ainda mais esgotadas e desesperadas!

Vamos falar então sobre medidas e escolhas alimentares para aumentar a imunidade dos pequenos e evitar esses momentos tão desgastantes.

À começar pela alimentação:
- Asim que começar a esfriar (ou melhor ainda durante o ano todo) ofereça à seu filho muitos sucos verdes naturais feitos no liquidificador ou na centrífuga, com frutas frescas como laranja, abacaxi, melancia, melão + um vegetal como couve ou espinafre;
- Evite oferecer ao pequeno alimentos refinados como pão, macarrão e arroz branco. Os integrais são muito mais nutritivos e seu consumo deve ser estimulado desde cedo. Quanto antes a criança for acostumada com esses alimentos, mais chances há de ter uma alimentação equilibrada a vida toda;
- O abacate é um dos alimentos mais nutritivos do planeta: ofereça inicialmente uma colher de chá puro. Caso não haja aceitação misture à uma banana amassada ou mel (acima de 1 ano!) para ficar docinho. Como o abacate é extremamente cremoso, muitas crianças aceitam-o bem puro;
- Farelos como linhaça dourada, gérmen de trigo, farelo de quinua, chia e aveia também devem ser incluidos na dieta dos pequenos pois são extremamente nutritivos. Tudo sem exageros e de acordo com a idade, nunca ultrapassando a quantidade de 1 col. de sopa ao dia para não exceder o teor total de fibras recomendado (recomendo iniciar com 1 col. de chá/ dia). Uma boa dica é incluir esses farelos em preparações como panquecas, bolos, tortas ou amassados com futas;
- Se o seu filho está com muito catarro, corte os alimentos derivados do leite por alguns dias, já que eles aumentam significativamente a quantidade de muco produzida pelo corpo. Troque a mamadeira de leite de vaca por leite de arroz, aveia ou eventualmente de soja. Esses leites tem sabor suave e geralmente são bem aceitos pelos pequenos (e se não for, faça um meio a meio com o leite de vaca);
- Por ser fermentado, o iogurte tem uma digestão mais fácil, promovem menor produção de muco e são fontes de lactobacilos importantes para a imunidade. Mas não adianta oferecer um iogurte cheio de açúcar e corantes, como os infantis encontrados por aí. Lembre que iogurte de morango dificilmente é feito com a fruta e sim corante rosa e aromatizantes sabor morango. Opte pelos naturais branquinhos e para adoçar use mel (se seu filho tiver mais de 1 ano), xarope de agave, frutose em pó ou açúcar mascavo;
- Aliás, evite ao máximo oferecer alimentos industrializados ricos em "antes"- corantes, espessantes e conservantes. Alguns exemplos: alguns suquinhos, biscoitos, salgadinhos ou qualquer outro produto de pacote. Eles desequilibram o organismo e também aumentam a produção de muco pelo corpo;
- Ofereça em abundância vegetais e frutas coloridas. Entre os mais ricos em compostos antioxidantes estão o brócolis, tomate,  cenoura, espinafre (não todos os dias), couve, uva, laranja, abacate, morangos (só se forem orgânicos), maçã e limão (em sucos);
- Não esqueça de ofereçer muitos líquidos, na forma de água ou água de côco natural.
No inverno sentimos menos sede, mas isso não significa que devemos beber menos líquidos. Os líquidos são imprescindíveis para deixar as vias nasais umedecidas e evitar as irritações provocadas pelo clima muito seco dos dias frios;
- A maçã e a cebola são ricas em quercetina, um flavonóide que protege o corpo de vírus e bactérias oportunistas e ainda tem uma função antiinflamatória das vias aéreas;
- O alho é outro alimento com propriedades antiinflamatórias e antibactericidas. Acrescente um ou dois dentinhos no preparo da papinha;
- Outro alimento que tem um ótimo papel na imunidade é o óleo de côco. Inclua em receitas ou acrescente em vitaminas, iogurte ou amassado com frutas. 1 col. de chá ao dia para começar;
- Temperos como salsinha, orégano, alecrim, tomilho, canela, hotelã, gengibre e manjericão são ótimos coadjuvantes na prevenção ou na recuperação de gripes e resfriados, além de terem muitas vezes propriedades expectorantes . Use em pequenas quantidades em preparações salgadas, frutas, sucos ou na forma de chás;
- Não deixe faltar proteínas no prato. Carne, frango, peixe, ovo caipira e leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico) são ricos em zinco, nutriente que combate resfriados, gripes e outras doenças do sistema imunológico;
- Evite ofereçer guloseimas, mesmo que seu filho não consiga comer de tudo;
- Procure oferecer alimentos de fácil mastigação como sopas nutritivas, purês, mingau de aveia e frutas - frescas ou na forma de um purê quentinho;
- Se você amamenta, saiba que seu leite é o que há de melhor para a imunidade de seu filho. Por isso, amamente na maior frequência que puder.

Suplementação e Homeopatia:

Crianças e até bebês podem fazer uso uma suplementação de vitaminas, desde de qualidade e orientada por um bom profissional.
Elas podem ter um efeito muito positivo na melhora da imunidade, disposição e concentração, melhorando as defesas naturais do corpo.
Costumo usar em meus pequenos pacientes gotinhas de vitamina C e complexo B, além de multivitaminicos líquidos ou na forma de pastilhas (sem açúcar ou corantes- geralmente importados).
Lactobacilos são essenciais para qualquer melhora de imunidade já que é no intestino que a formação do nosso sistema imune está mais concentrada. Existem alguns produtos na forma de sachet para ser dissolvido em água ou leite que tem um ótimo efeito e não deixam gosto residual. Os "bichinhos bons" devem ser usados também após qualquer tratamento com antibióticos, para repovoar a flora intestinal com bactérias boas (e nada de líquidos cheio de ácucar e leite, assim mesmo que haja uma leve reposição de lactobacilos, há substrato para o crescimento das batérias ruins).
Outro suplemento que pode ser usado pelos pequenos é o fitoterápio Echinacea purpurea, excelente estimulante da imunidade
Geléia real e própolis também são excelente para a prevenção e tratamento de gripes, resfriados e dores de garganta.

Quanto à homeopatia, costumo usar os produtos da Weleda como Previgrip, Sinudorum e Infludo. O primeiro evita a chegada da gripe enquanto que os outros aliviam naturalmente os sintomas de nariz entupido e mal estar.

Para estomatites (aftas horríveis na boca e garganta causadas geralmente por um vírus) usei Borax CH6, 3 glóbulos 2 x ao dia e funcionou.

Mas atenção: Essas são experiências pessoais! A indicação homeopática depende de vários fatores, entre eles a personalidade da criança e o conjunto de sintomas, por isso, se tiver vontade de tratar seu filho com homeopatia, procure um bom médico especialista na área.
Evite ofereçer remédios alopáticos com muita frequência, mas reconheça que em algumas situações é inevitável.

Além de todas essas dicas, vale lembrar do óbvio: agasalhe bem seu filho, não o deixe andando sem meias, cuide com correntes de ar frio na hora do banho, deixe um humidificador de ar ligado ou uma toalha molhada no quarto da criançasempre que possível, já que o tempo seco (de SP em especial) resseca o sistema respiratório deles (e de todos nós). Ah, e por ultimo o mais importante: muito colo e muito carinho!

Não esqueça de cuidar também da sua saúde porque pior que cuidar de filho doente é cuidar doente de filho doente!!!

Boa sorte ;)

16 comentários:

  1. meu filho tem 3 anos e meio e ja teve 7 vezes estomatite e vive resfriado ja tomou tanto antibiotico o que posso fazer p ele nao ficar tanto doente acho que ele tem baixa resistencia

    ResponderExcluir
  2. DRa. minha filha tem 02 anos e vive pegando infeção de garganta já até ficou internada porque antibiotico deu alergia e soltou sua pele, gostaria de dicas sobre como evitar que ela tenha faringite e de que forma consigo tratar com produtos naturais? preciso de ajuda estou exausta de ver ela doente ....

    ResponderExcluir
  3. ola, meu nome è Andrea e minha filha Nina esta coom 2anos e meioe ja teve 6 estomatites.
    Desde q fez 1 ano isso se repete.
    Teve tb muitos episodios de candida ate completar 1ano e meio.
    Com a retirada da lactose a cabdida desapareceu e apos 2 meses a imunologista liberou. Isso ja tem 1 ano e agora em menos de 3 meses mais 2 episodios de estomatite.
    Ela foi p escolinha no periodo da manha com 1no e 10 meses e desde entao nao fica 1 mes inteiro sem apresentar febre, resfriado e estomatite.
    De ontem p hoje ja ta com febre novamente e na escola a turminha esta toda sadia e ninguem faltando a aula.
    Estivemos na imunologista semana passada e ela pediu exames d fezes, urina e sangue.
    O d urina saiu todo normal e hoje levarei colher o sangue aproveitando q esta começando c febre novamente quem sabve detecta-se algo.
    Tudo q voce recomenda na alimentaçao eu dou, a grande maioria, ainda nao dei suco vivo e nem a linhaça dourada mas propolis, mel, muita fruta, legumes, aqui a alimentaçao é regrada e saudavel mas apos estes tantos episodios de estomatites ela vem recusando comida ha mais d 15 dias e percebo q ela faz uma chantagem pq sabemos q nao tem nada na boca mas ela diz q tem dodoi.
    Acho q esta febre talvez seja mais uma estomatite, vou levar p imunologista na 2af e tentarei homeopatia tambem. Sera q vc poderai me dar um explicaçao de pq ela apresenta tanta febre sem motivo e muitas estomatites, foi amamentada, sempre comeu bem mas acho q pelo visto nada disso ajuda na imunidade.
    Beijos
    Andrea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha pequena tbem teve um estomatite forte e temos uma boa alimentação. Mas depois de tanta correria em médicos, achamos o leucogem... Para aumentar a imunidade. esta sendo bom. O preço é meu salgado.. Mas fazendo cadastro no laboratório sai pela metade. a recomendação médica é de 3 a 6 meses.,vale a pena tentar. fique com Deus.

      Excluir
    2. Olá, tenho interesse em saber qual o laboratório para comprar o leucogem. fabianapaz@arthmariah.com.br

      Excluir
    3. Boa tarde! Ligue nesse 0800 777 8432. Acabei de fazer meu cadastro.

      Excluir
  4. ola,
    Minha filha tem 5 anos, ela tem crises constantes de gripes,fica com o nariz congestionado, muita canseira, as vezes com muita tosse.ela faz uso constante de clenil 250 mcg, já fiz uso também de cetotifeno todo inverno.esse ano ela ainda não melhorou ,fica a tosse de vez em guando a canseira e a congestão nasal.gostaria muito de algo homeopático pois ela se alimenta bem.me ajuda por favor me envia se possível
    um medicamento homeopático.

    beijos Daniela

    ResponderExcluir
  5. Olá...minha filha tem 1 ano e 10 meses, e tambem sofre muito com a estomatite, vejo que ela aparece logo quando tem uma gripe, resfriado, ou seja, estou pensando que apareça quando a imunidade esta baixa, o problema é que a insidencia é muito grande, ela se alimenta muito pouco normalmente, recusa sempre os alimentos e quando esta com estomatite isso se agrava ainda mais. Gostaria de fortalecer a imunidade dela, porem ela é muito dificil na alimentação...não aceita nada. Sei que os medicos são contra, porem um estimulador de apetite acredito que seria bom. Adorei estas informações, vou pratica-las, mas preciso de mais sugestões....um abraço

    Luciana

    ResponderExcluir
  6. Olá Dra... minha filha mais nova tem 3 anos e 6 meses, mais desde os 1 ano dela que começou apresentando sinais de asma, ai ela passou no pneumo mais não ta adiantando as bombinhas e tudo mais que ela passa, o nariz vive escorrendo, eu vivo mais no hospital que tudo, agora ah uns 7 meses começou a ter otites medias repetitivas ai toma antibiotico por 10 dias, ela acaba de tomar o remedio passa uns 4 dias ai a garganta inflama, ai toma novamente antibiotico, passa mais uns 4 dias a otite volta, e la vai ela novamente tomar antibiotico... meu Deus, já estou em desespero, choro com essa situação, pois nao acho normal uma criança tomar em menos de um mes 2 vez antibioticos, nao sei o que fazer..com quem falar..a pediatra diz q nao acontece nada, ela tomar varios antibiotico, mais ela deve estar com a imunidade baixa, pode ser pq esta tomando muito antibiotico, Dra me diz algo que concreto, pq minha filha vive tossindo, resfriada, otites, garganta inflamada, febre, o que faço? me responda por email emerita.santana@gmail.com aguardo

    ResponderExcluir
  7. oi dra. me ajude por favor, minha filha tem 07 anos, de um ano pra cá ela tem gripe em cima de gripe, sempre evoloindo para pneumonia com crises de asma, toma antibiotico mês sim, mês não, ja fez ceftriaxona injetável, em um mês tudo de novo, ela está com a defesa baixa por causa dos antibioticos, o que eu faço dra. para ela sair dessa.se possível me responda no meu email marcigraebin@gmail.com obrigada dra.

    ResponderExcluir
  8. ola dra. tenho uma filha de 3 meses e 26 dias , ela esta apresentando um quadro de garganta inflamada, ja levei em varios pediatras cada um passa um medicamento diferente ela ésta com febre 38,5 , ja tomo amoxilina, azitromicina, descon, diclofenaco liquido. mais ela tem alergia a esses remedio está toda encaroçada gostaria de saber se tem algum chá ou comida que ajuda com a dor de garganta florarte.convites@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. oi dra. minha filha tem 2 anos e 6 meses,ela tem a imunidade baixa e a 15 dias atraz estava com pneumonia e o medico dela passou um tratamento de 10 dias e ela melhorou,só que no dia seguinte ela voltou a escolinha e voltou com uma tosse roca,acha que o melhor é tirar ela da escolinha.Dra. se poder me dar umas dicas meu e-mail é danilo.valente@ig.com.br

    ResponderExcluir
  10. olá dra tenho uma filha de 5 anose 7 meses,ela inflama a garganta com muita frequência,aconteçe q a pediatra pediu exames para ver a imunidade dela e tds inclusive o hemograma está td normal,apenas o de imunoglobulina g esta 420 sendo que o normal seria de 500 a 1300.a pediatra a encaminhou para o imuunologista ,dra isso é comum em criança? estou muito preocupada desde o dia que soube desse resultado.meu email é dricadrika01@hotmail.com agradeço desde já.adriana.

    ResponderExcluir
  11. Ola Dr. tudo bem? Meu filho tem 4 anos pesa 24 kg o peso ideal pra sua idade e altura mas como muitas maes estou preocupada com sua imunidade ele gripa com muita facilidade e tem um sono muito desregrado vivo suplementando sua alimentacao com polivitaminicos mas sei que nao posso fazer isso direto e qnd paro de dar o estimulante de apetite ele fica sem querer comer,ja fiz um tratamento com paxoral pra aumentar sua imunidade prescrito pela pediatra mas nao vi muito resultado por favor doutora me oriente como posso ajudar meu filho a ter uma melhor defesa em seu organismo meu e-mail e janainamendesneto@gmail.com desde ja agradeco. Janaina

    ResponderExcluir
  12. Como posso dar o infludo para minha filha de 1a e 9 m que vai na escolinha?, não posso dar de 2 em 2 h ela sai as 6:30 e volta as 18:00, muito obrigado

    ResponderExcluir
  13. Como posso dar o infludo para minha filha de 1a e 9 m que vai na escolinha?, não posso dar de 2 em 2 h ela sai as 6:30 e volta as 18:00, muito obrigado

    ResponderExcluir

Seu comentário, dúvida ou sugestão é muito bem vindo!