terça-feira, 14 de junho de 2011

A melhor dica de saúde do mundo

Diminuir a quantidade açúcar, sal e frituras; comer mais grãos, alimentos integrais, frutas e verduras; ter uma alimentação variada, tomar muita água e não exagerar nas quantidades.... Todas essas orientações são importantes e segui-las é garantia de uma vida mais saudável e longa.
Mas se tivesse que dar uma só dica, se precisasse escolher a melhor dica de saúde para deixar a meus filhos e netos, sem dúvida ela seria:
COMAM MENOS PLÁSTICOS!!!!

Grande parte dos alimentos que comemos hoje são metade alimentos, metade plástico :-(
Isso porque é muito difícil (porém não impossivel) uma vida 100% free de alimentos industrializados.
Iogurtes, biscoitos, cereais... sempre tem um produto de potinho ou de caixinha em nossas vidas, que a indústria mexeu e acrescentou ingredientes químicos para que durem mais, fiquem mais coloridos, atrativos e gostosos.
Mas o que de fato você prefere: um iogurte natural branco, que você pode bater com morangos frescos e perfumados, ou um iogurte pink, perfumadíssimo e cheio de espessante, com cheiro de plástico?
Acho que ficamos preguiçosos para preparar lanchinhos, organizar nosso dia, e deixar os industrializados para os momentos de extrema necessidade, situações onde os horários sairam fora do planejamento e parar para preparar um lanchinho ou comer uma fruta se tornou inviável (e ainda nessas situações existem frutas secas e castanhas).
É que nossa saúde não é priorizada e sim o trabalho, a pressa e a correria.
Mas essa conta uma dia vem...

E o engraçado é que muita gente escolhe esses produtos pensando ser a melhor opção saudável disponível... a verdade é que mesmo havendo algumas marcas mais preocupadas em não acrescentar tanta porcaria como ingrediente de seus produtos, uma fruta é sempre muito mais nutritiva do que qualquer alimento que fique na prateleira de um supermercado por meses.
Um bolo caseiro é muito mais saudável do que aqueles bolinhos para crianças em embalagens individuais, tão práticos mas também tão artificiais (já esqueci um numa bolsa por alguns meses e nada aconteceu... eca!).
Um pão de queijo pode ser melhor do que uma bolacha de pacote.
O consumo excessivo e cumulativo de tanto corante, adoçante, aromatizante, conservante e emulsificante contribui para distúrbios hormonais, alergias, perdas de memória e concentração, tumores e intoxicações hepáticas.
Isso sem contar outros efeitos a longo prazo que ainda não foram totalmente elucidados.

A regra é simples: quanto mais próximo da natureza o alimento estiver e menos processado ele for, mais fácil será para o seu organismo absorvê-lo e utilizá-lo em todo o seu potencial.
Já se ele for embutido, aditivado, plastificado, o alimento fica muito distante da natureza, e o seu corpo não o reconhece: resiste, rejeita, não sabe o que fazer com aquele tóxico, guardando ele num canto do corpo.
Diferente do natural, esse não entra e sai. Ele fica, intoxica e se acumula.
Por isso procure sempre ler o rótulo de tudo que for levar para a sua casa.
Quanto mais ingredientes estranhos tiver, quanto mais "antes", números e qualquer outra coisa que você não conheça... evite!
Prefira comer o que você reconhece e assim serve para o seu organismo também.
Respeite seu corpo e ele respeitará você.

2 comentários:

  1. Ótimo Nanda.... muito bom mesmo!
    É a dica que levo comigo, mas que as vezes, a gente esquece!!!

    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário, dúvida ou sugestão é muito bem vindo!