sábado, 22 de outubro de 2011

Legumes e verduras em pó: uma alternativa prática para ter mais saúde

1116805_89598452
Produzidos a partir da desidratação dos alimentos, os vegetais e as frutas em pó – ou liofilizados – são fáceis de ser adicionados às refeições.
Esses vegetais e frutas são submetidos a altas temperaturas para sua desidratação. O processo faz com que percam um pouco dos minerais e vitaminas, porém não compromete os benefícios que trazem para a saúde e praticidade que proporciona no dia a dia.
O volume desses alimentos é reduzido, o que facilita o transporte. Não é necessária refrigeração. Você economiza tempo, já que não é preciso higienizá-los, apenas armazenar corretamente.
Esses alimentos são uma ótima opção para quem não é muito “adepto” aos sabores de vegetais e frutas, e por isso deixam de ingeri-los. Sendo em pó, é possível adicioná-lo em sopas, molhos, bolos, entre outros inúmeros pratos, suprindo a deficiência de algumas vitaminas que essas pessoas apresentam.
Além disso, são ricos em fibras, favorecem o bom funcionamento do intestino, diminuem a absorção de colesterol e retardam a absorção de glicose. Alguns dos alimentos desidratados passam pelo processo com cascas (principalmente as frutas) e é na casca que muitas vezes estão a maior parte de vitaminas.
Só esteja atento para a quantidade que vai  ingerir, afinal, desidratados esses alimentos diminuem de tamanho, e é provável que você “exagere” na quantidade de calorias.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Uma reflexão sobre dia das crianças e outras datas especiais


Aproveitando a semana das crianças, compartilho com vocês o trecho de um texto escrito pela culinarista naturalista que admiro muito, Pat Feldman (http://pat.feldman.com.br/). Ela escreve textos ótimos e ainda é irmã da minha amiga, chef e também parceira de trabalho Gi Schmitt (http://www.giselaschmitt.com/).

O dia das crianças, provavelmente junto com aniversário e Natal, é uma das datas mais esperadas pelos pequenos. É quando as crianças ganham presentes, passeiam com seus pais normalmente tão ocupados, são homenageadas por todos os lados e um monte de outras coisas tão boas. Aí você justamente associa tantas coisas boas a doces, balas, frituras e um monte de outras porcarias. E o que é então que a criança vai associar com coisas boas? Exatamente o tipo de comida que não faz nada bem à saúde!!
As frutas, verduras, legumes, carnes, ovos, queijos e iogurtes, tão importantes numa alimentação variada e saudável, ficam todos relegados ao dia-a-dia chato, apressado, sem brincadeiras e presentes, sem os papais e mamães que estão ocupadíssimos e cansados com seus trabalhos.
O que você acha então que seu filho vai gostar de comer?? Com certeza aquilo que ele associa com os melhores momentos da vida: os tais doces, frituras e porcarias em geral!
Eu vivo me perguntando porque é tão difícil para as pessoas, acreditar que é possível SIM uma criança se deliciar e se lambuzar de alegria ao comer frutas madurinhas, carnes bem preparadas, um ovo cozido morninho ou um potão de iogurte. É justamente porque as pessoas não acreditam nisso, que acham que para alegrar os seus filhos (e muitas vezes compensar a ausência) devem enchê-los de quitutes nada saudáveis.
Eu vejo pais e mães que passam madrugadas em claro se o filho está doente e manhoso. Reclamam, ficam cansados (é claro!), mas ficam. Mas esses mesmos pais e mães pouco ou nunca têm disponibilidade para se cansar durante o dia com seus filhos, passeando no parque, brincando na praia ou ao menos brincando no quarto, dentro de casa, com aqueles brinquedos que o filho adora. Aí de novo vem a criança associar a doença, uma coisa tão desagradável, com a melhor coisa da vida, o aconchego dos pais. E aí quando você falar solenemente para ela não comer “isso ou aquilo” porque faz mal pra saúde, a criança, consciente ou inconscientemente, nem vai ligar tanto, já que doente ela ganha tanto carinho e atenção…

Pense sobre isso na hora de usar um alimento não saudável ou mesmo um presente como recompensa ou como um benefício em dias ou situações especiais.
Uma das primeiras capacidades que as crianças adquirem logo pequeninas é o dom da associação, e vão usar isso sempre que quiserem algo que tenha funcionado numa situação, mesmo que para isso tenham que ficar chiliquentas e manhosas.
E, por mais difícil que seja, procure avitar a associação feriado = porcarias, pois os pequenos naturalmente vão associar comida ruim com momentos de prazer ao lado dos pais. Procure fazer um balanço oferecendo nesses dias também coisinhas saudáveis.

Não eduque seus filhos para pensarem que hamburguers, sorvetes e doces são alimentos especiais no bom sentido, e sim para OCASIÕES especiais, ok?
Assim você evita que maus hábitos e más associações sejam criadas desde cedo ;)



terça-feira, 4 de outubro de 2011

Top 5 restaurantes e lanchonetes saudáveis dos EUA




Ainda aproveitando o tema EUA, vamos falar sobre lugares legais para comer saudável ou comprar coisinhas saudáveis- de suplementos à alimentos, neste país.
Sim, porque pelo menos uma refeição equilibrada pode garantir uma viagem onde você pode comer gostosuras locais, mas não acumula desequilíbrios e peso extra.

São lugares legais para ir no horário de almoço ou para fazer um lanche.

1. Whole Foods- Para os amantes de comida natural é um lugar que dispensa comentários.
É um supermercado orgânico maravilhoso que vende os melhores alimentos e as melhores marcas de produtos e suplementos.
Você encontra barrinhas, frutas e suplementos especiais que valem a pena o peso extra na mala.
Tem no país todo: www.wholefoods.com
2. Sweet Tomato - Lugar maravilhoso para um almoço estilo fast food saudável.
Um buffet gigantesco de salada onde você se serve, com as mais diferentes opções de temperinhos e sementes. Dá para copiar depois em casa. www.souplantation.com

3. Jamba Juice - Os melhores sucos e smoothies dos EUA. Ótima opção para lanche ou café da manhã, pois dão uma bela saciada.  www.jambajuice.com

4. Pax Wholesome Foods - Este também é um buffet de saladas só que menorzinho. É um ultra fast food que está presente nas grandes cidades. Você vai apontando e uma pessoa vai montando sua "salad shake".

5. Souen - Nunca fui, recebi indicação de uma paciente e achei fantástico. É um restaurante orgânico e macrobiótico. Para quem gosta, vale a pena conhecer. http://souen.net/

Essas são apenas algumas dicas de lugares que conheço.
Mas vale lembrar que atualmente os EUA é o país com mais opções de lanchonetes e restaurantes no estilo "healthy food", como abordei no ultimo post: http://www.fernandascheer.com/2011/09/do-saudavel-ao-junk-food-os-dois.html.
Se você conhece alguma dica para passar, ficarei feliz em conhecê-la ;)