sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Saúde intestinal e atividade física


Você sabia que existe uma forte relação entre a saúde do seu intestino e a sua performance na prática de exercícios físicos?
   O intestino é o órgão onde ocorre e digestão e a absorção dos nutrientes que são essenciais para o funcionamento normal do nosso organismo e para a produção de energia. Ou seja, num intestino não saudável, pouco importa o que você está comendo ou tomando (suplemento), se não está havendo absorção correta desses nutrientes.
   Isso significa dedicação à toa e desperdício de dinheiro, pois mesmo com a adoção de uma alimentação saudável e equilibrada e investimento em suplementos mais caros, eles podem não estar de fato trazendo os benefícios que deveriam, simplesmente por um desequilíbrio no órgão responsável por sua absorção, uma condição que é chamada de “disbiose intestinal”.
   Mas como saber se você está com disbiose intestinal?
   Distensão abdominal, sensação de empachamento após as refeições, formação de gases, evacuações irregulares, eructações (arrotos) especialmente após comer são sinais claros de que o sistema digestório está comprometido, e não está desempenhando adequadamente suas funções de digestão e absorção.
   Este problema nas funções básicas indica que os nutrientes não estão chegando até as células, deixando o organismo debilitado e sem energia, comprometendo assim todas as suas funções, e o pior, predispondo a inúmeras doenças.
   Sem nutrientes, a célula não produz energia, e há um aumento na formação de radicais livres, já que não há antioxidantes suficientes para eliminá-los. Assim, as células vão envelhecendo mais rápido e o organismo fica mais frágil e suscetível a infecções e ao desgaste dos tecidos, levando ao aparecimento das indesejadas rugas e as unhas e cabelos enfraquecidos.
   Como na atividade física, a produção de radicais livres é intensa, esse efeito se potencializa. Além disso, a formação de energia, a eliminação de gorduras e a formação de músculos é prejudicada.
   Mas o que prejudica a saúde do intestino?
   O uso prolongado de antibióticos, antiinflamatórios e corticóides matam indiscriminadamente tanto as bactérias úteis como as nocivas no intestino. Sem as bactérias úteis, os lactobacilos, as células intestinais ficam desprotegidas e mais suscetíveis aos desequilíbrios.
   Maus hábitos alimentares também é um dos principais fatores responsáveis pelos desequilíbrios da flora intestinal. O consumo excessivo de alimentos industrializados, álcool, excesso de gordura, alimentos refinados e proteínas, aliados à uma baixo consumo de frutas, verduras e fibras, vão prejudicando a saúde intestinal, causando “buracos” onde vão sendo acumuladas toxinas e restos de alimentos, o que leva a um verdadeiro estrago na flora intestinal.
   Associados a isso tem ainda o stress, que causa desequilíbrios no Ph intestinal; o consumo constante de alimentos alergenos; alimentar-se com pressa, mastigando rapidamente os alimentos e o excesso de aditivos artificiais e agrotóxicos, hábitos estes que já se tornaram comuns nos dias de hoje.
   É importante investigar a origem dos desequilíbrios que o organismo apresenta, e muitos deles começam no intestino. Isso pode ser a base na solução de inúmeros outros problemas que você nem imaginou ter relação com este órgão, incluindo a sua energia e performance.

domingo, 16 de setembro de 2012

Brownie Saudável



Por incrível que pareça, essa é uma receita que pode ser consumida sem culpa para quem está de dieta e também por crianças.
Isso porque é realmente muito nutritiva e, o melhor de tudo: uma delícia e fácil de fazer.

É cheia de cacau que, cá pra nós, dispensa apresentações. Mas, ainda melhor do que o chocolate, o cacau puro, é mais concentrado  em polifenóis, um antioxidante importantíssimo para combater o envelhecimento precoce e um mineral chamado magnésio, que é responsável pela diminuição do inchaço e irritação- TPM!
Além disso, contém chia, uma sementinha fonte de uma série de vitaminas e minerais, entre eles ômega 3, gordura essencial excelente para saúde da pele-RUGAS e cébrebro- MEMÓRIA E DEPRESSÃO.
Sem contar que é rica em fibras que aceleram o trânsito intestinal - ORGANISMO DESINCHADO E DESINTOXICADO e aumentam a saciedade- AJUDANDO NA DIETA.
E, de quebra, não tem glúten e nem lactose, podendo ser consumido por pessoas sensíveis a esses nutrientes.

Segue a receitinha!

Brownie saudável

Ingredientes:
- 2 xícaras de farinha de arroz
- 2 xícaras de leite de soja aquecido
- 2 ovos
- 1 xícara de óleo (se quiser fazer a receita mais leve experimente colocar menos- 1/3 ou 1/2)
- 1 xícara de cacau em pó
- 1 xícara de farinha de chia
- 1 e 1/2 xícara de açúcar demerara (se quiser fazer a receita mais leve use Stévia em pó)
- 1 col. de sobremesa de fermento

Modo de fazer:
Bata no liquidificador a farinha de arroz e o leite de soja até ficar cremoso.
Acrescente o óleo e ovos e bata novamente, até ficar uma mistura homogênea.
Misture numa vasilha o cacau em pó, a chia e o açúcar ou adoçante.
Despeje a mistura do liquidificador nos ingredientes secos e bata até ficar cremoso com uma batedeira elétrica.
Acrescente o fermente e mexa com uma colher.
Despeje a massa em uma forma untada e enfarinhada e asse em forno pré-aquecido em temperatura média.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Novo estudo mostra que qualidade é mais importante do que quantidade


Como a nutrição é uma ciência em constante estudo, algumas informações podem mudar ao longo dos anos.

Confesso que de todas as descobertas sobre alimentos e hábitos de vida importantes para a saúde, a que menos me agradava era essa sobre a relação entre restrição calórica e longevidade (http://www.sciencemag.org/content/325/5937/201.short).

Explico: em 2009, uma pesquisa feita com macacos em Wisconsin, EUA, mostrou que uma dieta com restrição calórica (diga-se comer pouquíssimo) tinha um impacto importante na longevidade dos mesmos.

Esse foi um dado chato de se saber.
Porque comer frutas, verduras, legumes, alimentos integrais, evitar excessos de carne vermelha, frituras, sal ... tudo isso é facílimo de se fazer (opinião pessoal aqui), mas comer pouco... que chato!
Acredito que muitos dos momentos mais felizes de nossas vidas acontecem em volta de comida. Seja na mesa com a família, num jantar gostoso com os amigos, cozinhando com os filhos...  E uma dieta com restrição calórica como a do estudo não permitiria muitos desses momentos, ou pelo menos não na frequência desejada.

Finalmente um novo estudo divulgado na semana passada avaliou novamente a veracidade desse resultado.
Foram investigados dois grupos de macacos, sendo que um foi submetido à restrição calórica e o outro não, apenas lhe foi oferecido uma dieta saudável e equilibrada, rica em compostos antioxidantes como peixes, frutas, verduras e cereais integrais.
A mesma taxa de mortalidade foi encontrada nos dois grupos.

Incrível esse resultado!
Sabem por quê?
Porque reforça que o mais importante de tudo é fazer boas escolhas.
Isso sim garante longos e saudáveis anos de vida.




terça-feira, 14 de agosto de 2012

Bolo de pão de mel saudável


Pensem num pão de mel fofinho.
Agora pensem num bolo delicioso.
Juntem as duas coisas.... é esse bolo!

Juro, um dos melhores bolos que já comi.
Além de tudo, como todas as receitinhas oferecidas por aqui, é feito só com ingredientes saudáveis- farinha integral, mel, chocolate amargo, cenoura...

Essa receita é, na verdade, da minha querida cunhada Ligia, que fez e trouxe um pedaçinho dessa gostosura na semana passada para mim.

Provem e me contem depois o que acharam :)

Segue:

Bolo de pão de mel

Ingredientes:
3 ovos
1/2 xícara de chá de óleo (pode ser de côco tb!)
1 xícara de mel
2 cenouras descascadas e picadas
2 xícaras de farinha de trigo integral
1/2 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:
Bata os ovos, mel, cenoura e óleo no liquidificador.
Misture numa tigela a farinha, o fermento e acrescente a mistura de líquidos até ficar homogêneo.
Asse em forno pré-aquecido a 180 graus por 30 minutos ou até passar no teste do palito.

Cobertura:

Ingredientes:
180g de chocolate amargo (ou meio amargo)
4 colheres de sopa de mel
4 colheres de sopa de leite desnatado

Modo de preparo:
Em uma tigelinha leve o chocolate ao microondas em potência média por 1 minuto e meio, retire, mexa com uma espátula e se preciso for, deixe mais 30 segundo até derreter por completo. 
Misture os demais ingredientes até virar uma mistura brilhante e homogênea e coloque sobre o bolo desenformado. 

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Strogonoff de frango com cottage e iogurte- para comer sem culpa!



Quem resiste a um strogonoff?

O problema é que esse prato delicioso é carregado de gordura e calorias vazias, especialmente se for acompanhado dos tradicionais arroz branco e batata palha.

Que tal fazer algumas trocas e ter um prato igualmente gostoso, porém bem mais nutritivo e bem menos calórico?

Para isso, a sugestão é trocar o creme de leite por queijo cottage e iogurte, substituir o arroz branco pelo integral e a deixar de lado a batata palha, preparando chips de abobrinha (corte-as fininhas e asse em forno quente até que dourem).

Dessa forma eu garanto que você pode comer esse prato durante a semana sem culpa nenhuma!

Veja essa receitinha deliciosa que, além de tudo, é rápida e prática!

Strogonoff de frango com cottage e iogurte

Ingredientes:
½ kg de frango em pedaços
1 col. de sopa de manteiga
2 col. (sopa) de cebola picada ou ralada
3 col. (sopa) de ketchup
3 col. (sopa) molho inglês
3 col. (sopa) mostarda
1 xíc. (chá) ou 200 g de champignon
1 xíc. (chá) ou 200 g de queijo cottage (ou ricota) batido no liquidificador
2/3 de xíc. (chá) ou 150 ml de leite desnatado
1 copo de iogurte natural

Modo de Preparo:
Refogue a cebola ralada com a manteiga até dourar. Acrescente o frango e refogue mais alguns minutos. Coloque os temperos, o cottage, o leite e o iogurte e deixe cozinhar até que o creme engrosse. Acrescente os champignons.

Rende 4 porções


E para os intolerantes aos derivados do leite (lactose e/ou caseína) a sugestão é substituir o queijo por biomassa de banana verde ou creme de leite de arroz (sim, existe!) ou leite de côco :)

quarta-feira, 16 de maio de 2012

5 receitas de sopas diferentes para aquecer o corpo e o paladar!


O frio chegou com tudo e para esquentar o corpitcho, nada melhor do que sopinhas cremosas, saborosas e quentinhas, não é?
Eu mesma adoro sopas, ainda mais quando juntamos ingredientes e temperos às vezes improváveis e variamos do trivial.
Que tal testar essas receitinhas diferentes?
Depois me conta qual funcionou bem na sua casa!

1. Sopa de abóbora com leite de côco
Ingredientes:
- 1/2 abóbora japonesa
- 3 inhames
- 1 folha de louro
- 7 dentes de alho descascados
- 1 pedaçinho de pau de canela
- 100 ml de leite de côco
- 2 col. de sopa rasas de manteiga (prefira a ghee)
- 1 pimenta dedo de moça
- sal e pimenta à gosto
- 1 col. de sopa de iogurte natural
- canela em pó

Modo de fazer:
Descasque a abóbora e retire as sementes. Refogue os temperos na manteiga e adicione os pedaços de abóbora e os de inhame, mexa bem e cubra com água fervente. Abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos. Desligue o fogo e triture a sopa em um processador, retorne à panela, adicione o leite de côco, ajuste o sal e a pimenta. Para servir, coloque a sopa em uma cumbuca e finalize com uma colher de sopa de iogurte natural e uma pitada de canela.

2. Sopa cremosa de banana com curry

Ingredientes:
- 1 kg de banana nanica
- 75g de manteiga (prefira a ghee)
- 2 col. de chá de curry em pó
- 2,7 litros de caldo de galinha
- 1/3 de xícara de suco de limão
- 4 col. de chá de sal
- 450 ml de creme de leite light (não testei mas acredito que funcione bem com opções mais leves como cottage batido ou leite de côco).

Modo de fazer:
Derreta a manteiga numa panela e refogue a cebola por 5 minutos. Coloque o curry e deixe mais 30 segundos. Junte o caldo de galinha, as bananas descascadas e picadas, o suco de limão e o sal. Deixe ferver, tampe e deixe cozinhar por 15 minutos em fogo brando. Bata no liquidificador e junte o creme de leite. Reaqueça antes de servir.

3. Sopa de ervilha e hortelã

Ingredientes
2 cenouras
2 talos de aipo (salsão)
2 cebolas médias
2 dentes de alho
1 col. de sopa de oleo de girassol
azeite de oliva extravirgem
2 cubos de caldo de vegetais/verduras, de preferência orgânico ou 1,2 litro de caldo caseiro de legumes
800 g de ervilhas congeladas
1 maço pequeno de hortelã fresca
sal e pimenta-do-reino moída na hora

Modo de preparo:
Descasque e fatie grosseiramente as cenouras. Fatie o aipo. Descasque e pique grosseiramente as cebolas. Descasque e fatie (ou esprema) os alhos.
Coloque uma panela grande em fogo médio com 1 colher (sopa) de oleo de girassol. Acrescente todos os seus ingredientes picados e fatiados e misture tudo com uma colher de pau. Refogue por cerca de 10 minutos com a panela semi tampada, ou até que as cenouras fiquem tenras, mas sem se despedaçarem, e a cebola esteja ligeiramente dourada.
Dissolva os cubos de caldo em 1,2 litro de agua fervente, misturando bem, depois adicione à panela juntamente com os vegetais, ou acrescente o caldo natural.

Acrescente as ervilhas. Mexa a sopa, deixe ferver e depois mantenha-a em fogo brando por 10 minutos com a panela tampada. Enquanto isso, destaque as folhas de hortelã.
Quando as ervilhas estiverem tenras, retire a panela do fogo. Tempere com sal e pimenta-do-reino e adicione as folhas de hortelã.
Com um liquidificador ou um mixer, bata a sopa até que fique uniforme. Aqueça por completo antes de coloca-la nos pratos. Fica muito boa regada com azeite de oliva extravirgem.

4. Sopa de cenoura, mel e gengibre

Ingredientes
1 kg de cenoura picada em cubos
1 dente de alho picado
1 cebola picada
3 talos de salsão picado
1 colher (sopa) de gengibre ralado
2 colheres (sopa) de manteiga (prefira a ghee)
1 l de caldo de legumes natural (se for usar cubos, dissolva apenas 2 e prefira orgânicos)
3 colheres (chá) de mel
1 folha de louro
sal e pimenta-do-reino a gusto

Modo de Preparo
Numa leiteira, leve 1 litro de caldo de legumes ao fogo médio para aquecer.
Coloque a manteiga numa panela grande e leve ao fogo médio para derreter. Em seguida, junte os cubos de cenoura, a cebola, o alho, o salsão e o gengibre. Misture bem.
Tempere com sal e pimenta-do-reino, misture e tampe a panela. Deixe cozinhar por 20 minutos, mexendo de vez em quando com uma colher de pau.
A seguir, retire a panela do fogo, adicione o caldo quente com cuidado e misture bem. Acrescente o mel, a folha de louro e leve a panela de volta ao fogo baixo. Deixe cozinhar por mais 10 minutos, até que a sopa esteja pronta.
Retire a folha de louro com a ajuda de uma colher. Com cuidado, transfira a sopa para um liquidificador e bata até obter uma mistura homogênea. Depois, passe a mistura por uma peneira fina, colocando a sopa de volta na panela. Sirva quente.

5. Sopa de abobrinha com curry

Ingredientes:
1 colher (sopa) de oleo de girassol
1 cebola grande, cortada ao meio e em fatias finas
1 colher (sopa) de curry em pó
Sal a gosto
4 abobrinhas cortadas ao meio, no sentido do comprimento, e fatiadas
1 litro de caldo de galinha

Modo de preparo:
Aqueça o oleo de girassol em uma panela grande. Acrescente a cebola e mexa. Tempere-a com curry em pó e sal. Sem deixar de mexer, cozinhe-a até ficar macia e transparente.
Então, adicione a abobrinha e mexa. Cozinhe-a até ficar macia também. Depois, despeje o caldo de galinha. Deixe levantar fervura. Tampe a panela, reduza para fogo baixo e cozinhe os legumes lentamente, por 20 minutos.
Retire a sopa do fogo.
Com um liquidificador ou mixer, bata até obter uma mistura homogênea.





sexta-feira, 4 de maio de 2012

Nutrição e gravidez - uma combinação fundamental


Comentei por aqui que estou grávida?

Estou sim! A espera da minha segunda filha, Antônia, e já com 29 semanas de gestação (o tempo voa!).

Por essa razão, vou iniciar por aqui alguns posts no assunto. Até porque sei bem o quanto essa fase gera dúvidas.... O que comer para que o bebê tenha os melhores nutrientes disponíveis? Como controlar o enjoo, azia? Como controlar os níveis de glicose no sangue?  E a anemia, tão comum nessa fase? Como se nutrir sem ganhar peso excessivo?

Enfim, as dúvidas são muitas, especialmente na primeira gravidez.

Bom, nem preciso falar o quanto esse momento é lindo, cheios de questionamentos e inseguranças sim, mas uma fase também de muita felicidade e expectativa, aonde queremos dar o nosso melhor pensando em nosso filho.

Acredito que, antes de tudo, devemos entrar em contato com nosso corpo.
Esse é o melhor momento para ouvi-lo, já que a sensibilidade e intuição aumentam, e o organismo pede respeito.
É como se você soubesse o que é melhor para você, basta parar e prestar atenção.
Por isso, se anda correndo muito, pare um pouquinho e faça as coisas com mais calma.
Gravidez é lentidão, por isso mesmo ficamos mais esquecidas e cansadas!

Manter uma atividade física é sempre bem vindo, mas sem cobranças, sem pressão. Escolha atividades prazerosas e faça-as de forma leve.

Uma alimentação variada é extremamente importante, pois é a matéria prima para a formação do bebê.
Além disso, comer de forma equilibrada evita um ganho excessivo de peso.

O mal estar comum dos primeiros 3 meses pode prejudicar as boas escolhas alimentares. É comum uma infantilização do paladar onde você tem vontade de comer pratos infantis como macarrão, misto quente (muito carboidrato)... nem sempre as melhores opções!

Procure sempre incluir um alimento de cada grupo em seu prato- legumes e verduras, um carboidrato integral, uma proteína magra e uma fonte de gordura saudável como o azeite de oliva.

Se não conseguir comer saladas no início, relaxe. Procure compensar comendo vegetais cozidos ou sopa de legumes e logo isso vai passar.

Comer a cada 3 horas nunca foi tão importante.
Nutre, evita o aumento do apetite e o enjoo.
Opte por lanchinhos saudáveis como frutas, castanhas, barrinhas nutritivas, biscoitos integrais e sanduiches naturais.

Tomar muita água também é fundamental- hidrata você e o bebê.

Bom, esse é o primeiro de uma série de posts nesse assunto.
Pretendo falar sobre assuntos como ganho de peso na gestação, alguns probleminhas comuns da fase, alimentos indicados e contra indicados, tipos de parto e suplementos.
Qualquer sugestão é bem vinda!

Beijos e, caso você também esteja esperando, parabéns :)

segunda-feira, 23 de abril de 2012

A sua dieta resiste ao final de semana?

A fartura do cardápio, os eventos sociais e a preguiça podem emperrar o emagrecimento.
Erro 1: Pular o café da manhã e chegar faminto ao almoço.
Mesmo que voce acorde tarde, o ideal é fazer pelo menos um lanchinho leve, para evitar de chegar a mesa com um apetite de leão. Boas opções: banana com mel e aveia, torrada com geléia e café, vitamina de frutas com linhaça ou iogurte com fruta e granola.

Erro 2: Fazer uma dieta muito restritiva durante a semana.
É o famoso “feitiço contra o feiticeiro”. Voce restringe muitos alimentos de segunda a sexta, especialmente carboidratos e chega na sexta feira sonhando com um prato de massa ou um doce. Melhor é comer um pouquinho mais, incluindo os alimentos que gosta na dieta, mas em quantidades adequadas e fazendo melhores escolhas. Assim evita-se que os dias de folga tornem-se motivo para suprir todas as fissuras suprimidas durante a semana.


 
Erro 3: Exagerar no alcool todos os dias.
É natural que no fim de semana o consume de alcol aumente, uma vez que os eventos sociais também aumentam. Mas isso não deve significar bebida alcóolica de sexta a domingo, do contrário não há dieta e nem fígado que aguente!

Erro 4: Não chegar nem perto de frutas, verduras e legumes.
Devemos lembrar e ter a disciplina de comer frutas e saladas também durante o fim de semana, afinal de contas esses dois dias representam quase 30% da nossa semana. Inclua frutas nos lanches e café da manhã e inicie as refeições principais com saladas, mesmo que a escolha de pratos seja mais gordurosa.

Erro 5: Aproveitar a ida em restaurantes e eventos sociais para fazer péssimas escolhas.
Escolher os pratos mais pesados, cremosos e sobremesas, afinal de contas, é final de semana, não é um bom pensamento. Quando buscamos um corpo e saúde em equilibrio, devemos ter a consciência de que as boas escolhas devem ser para o resto da vida. Isso não significa nunca mais comer aquele prato predileto super gorduroso, mas entender que se comê-lo todo fim de semana o tão desejado equilibrio ficará cada vez mais distante.

Erro 6: Passar o fim de semana inteiro na horizontal.
Claro que no fim de semana queremos descansar, mas isso não necessiariamente significa 100% de sedentarismo.
A atividade física pode vir como um lazer… uma caminhada ou volta de bicicleta pode queimar calorias e ainda divertir.

 
Erro 7: Ficar horas sem se alimentar.
No fim de semana é comum perdermos a discliplina, até porque os horários mudam bastante da nossa rotina normal. E como as refeições principais nesses dias é geralmente mais pesada, é comum passar horas sem se alimentar, exagerando novamente no jantar. Para evitar que isso aconteça e o metabolismo desacelere, faça lanchinhos a cada 3 ou 4 horas.


Erro 8: Sair de casa para festas ou eventos de estômago vazio.
O ideal é fazer um lanchinho mais saudável em casa, para evitar o exagero tanto de comida quanto de bebida alcoólica, que é absorvida muito mais rápido num estômago vazio.


Erro 9: Beliscar sem parar em churrascos.
Infelizmente os beliscos do churrasco são os mais gordurosos possíveis: linguiça, picanha, pão de alho…
E na fome, a tendência é exagerar sem perçeber. O ideal é segurar o exagero nessas gostosuras gordurosas e fazer logo um prato que equilibre salada, carboidrato (como arroz, farofa ou pão) e proteína (carne sem gordura, frango sem pele). O mesmo serve para bares e botecos- melhor pedir logo um prato leve do que ficar nos beliscos.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Fome o dia inteiro? Veja os alimentos que saciam de verdade

Queridos leitores,
Não é falta de vontade, mas sim a falta de tempo que me impede de escrever mais por aqui.
Tenho muitas idéias e textos em minha cabeça, mas tem fases que não consigo parar para escrevê-los, pois o trabalho tem me ocupado muito.
De qualquer forma tentarei manter uma frequencia melhor por aqui, ok?
Não me abandonem rsss.Hoje vou falar sobre maneiras de aumentar a saciedade.
Muitas vezes, ao fazer dieta, diminuimos as porções dos alimentos errados ou fazemos trocas que acabam não valendo a pena, pois o resultado é a sensação de fome o dia inteiro.
Claro que para emagrecer devemos diminuir o tamanho das porções, mas fazendo isso gradativamente e sem excluir nenhum grupo, o estômago vai se acostumando naturalmente à nova condição, sem muitos sofrimentos.


Ao cortar do cardápio alimentos fontes de gordura, por exemplo, perdemos um grupo extremamente saciatogênico. Claro que não estou falando das gorduras prejuciais para a saúde, como a gordura trans super artificial, as frituras ou as gorduras saturadas em excesso, mas sim das gorduras mono e polinsaturadas, importantíssimas para a nossa saúde.
Alimentos como abacate, azeite de oliva, tahine (pasta de gergelim), castanhas, peixes de água fria e óleo de côco são ricos em gordura sim, mas gorduras que tem uma função no organismo, nutrem células, transportam hormônios, estimulam neurônios e saciam!
Outros alimentos que saciam bastante são as proteínas magras como frango, peixe, ovo e carnes vermelhas (em menor frequencia). Minha sugestão é um consumo maior de proteínas no horário do almoço, em proporção ao carboidrato, já que nessa hora utilizamos melhor os nutrientes vindos desse grupo.

Alimentos ricos em fibras também saciam, e devem estar presentes com frequencia em nossa dieta: aveia, quinua, semente de chia e linhaça, pão, arroz e macarrão integrais, leguminosas como feijão, lentilha e grão de bico, além de frutas e vegetais são alguns exemplos.

Por incrível que pareça, muitas vezes confundimos fome com sede, e a sensação de fome pode representar nada mais do que um organismo desidratado. Avalie se esse é seu caso e se discipline para tomar água com uma frequencia maior (o ideal é aproximadamente 1 copo de água a cada 2 horas).

Evite, portanto, lanchinhos pouco calóricos mas também pouco nutritivos pois o resultado com certeza será a fome freqüente. Fuja dos produtos diet light e prefira alimentos de verdade à produtos alimentícios.

Não tenha medo dos alimentos nutritivos que possuem uma densidade calórica maior: eles não “tapam o sol com a peneira” alimentando só por 1 hora ou até menos, saciam de verdade e espantam a fome por um bom tempo.



Aprenda de uma vez por todas que menos calorias definitivamente não significa o melhor para sua dieta!

quarta-feira, 7 de março de 2012

Curso de coaching começando em SP- dica de ouro!

Meninas,
Dica de OURO para quem é de SP.
Estão abertas as inscrições para a nova turma do "You in Action", um programa voltado para mulheres que buscam crescimento, equlíbrio e evolução na vida.
Acredito demais que somos seres evoluídos pois só acumulamos papéis com o passar dos anos. Somos mães, esposas e profissionais e as cobranças são de todos os lados... temos que ser atenadas, informadas, sociáveis, atualizadas, carinhosas, presentes, competes e ainda por cima lindas e saradas.
Não é fácil!
Esse programa nos ajuda a olhar nossa vida um pouco de cima e definir prioridades nas áreas em que vivemos, para podemos focar, ter resultados e não disperdiçar energias, tanto físicas como emocionais.
Eu fiz no ano passado e AMEI. Posso dizer que melhorou demais alguns aspectos da minha vida.
A Ana Raia e a Ale Sanchez são mulheres iluminadas e empenhadas a ajudar outras mulheres e conseguir viver com mais equilíbrio.
Vejo muito uma relação desse tipo de trabalho com a saúde, pois as mudanças nos tornam  mais felizes e consequentemente mais saudáveis!
A nova turma começa no dia 21 de março e abaixo segue mais informações para quem estiver interessado.

Coaches Ale Sanchez e Ana Raia convidam para apresentação do Programa You in Action

As especialistas em coaching Ale Sanchez e Ana Raia convidam para a apresentação do programa de desenvolvimento pessoal You in Action. O evento acontece no dia 7 de março, às 9h30 na  Rua Joaquim Floriano, 533 – 17º andar. Os interessados em participar, devem confirmar presença pelo email:  contato@youinaction.com.br 
O curso auxilia a mulher contemporânea a encontrar o equilíbrio entre as demandas e os anseios da vida atual, desenvolvendo novas competências e apresentando ferramentas para que as participantes possam realizar seus planos profissionais e pessoais. O principal objetivo do trabalho é conscientizá-las da busca de uma realização efetiva de seus projetos de vida.
O programa é resultado da experiência acumulada das especialistas em seus atendimentos individuais e de uma pesquisa realizada no início de 2011, cujo objetivo foi entender os obstáculos que impedem as mulheres a atingir a realização plena em meio a tantas atividades e demandas.
“O movimento feminista ajudou a tirar a mulher da condição submissa e reprimida, mas não ajudou a encontrar um novo significado para a sua essência. Intuitivamente, por mais satisfeita que a mulher possa estar, muitas percebem que podem ser muito mais do que são, que podem se desenvolver e conquistar mais felicidade e mais satisfação em todas as áreas da sua vida, mas não sabem nem por onde começar”, explica Ale Sanchez uma das criadoras do programa.
“O You in Action se propõe a ajudar a encontrar esse novo significado, que é muito individual. Queremos ajudá-las a conectar-se mais fortemente com sua essência, pois só estando atenta a si mesmas e as suas necessidades, elas poderão atender as necessidades de sua família, trabalho ou sociedade” completa Ana Raia, sócia e também criadora do programa.  
Sobre Ale Sanchez
Após dez anos de sua carreira na área de marketing, fez sua transição para o coaching buscando ajudar as pessoas a atingir seu potencial máximo de vida. Aprofundou-se nos estudos de gestão de pessoas e liderança, com especialização pela FIA-USP. Formou-se em Coaching Integrado pelo ICI (Integrated Coaching Institute) no início de 2006 e especializou-se em Orientação de Carreira (FIA-USP) e desde então atua prioritariamente com Coaching de Vida e Carreira.
Sobre Ana Raia
Após oito anos de carreira na área de publicidade, fez sua transição para o coaching, buscando ajudar as pessoas a atingir maior equilíbrio e qualidade de vida. Aprofundou-se na filosofia do ioga, com especialização nos Estados Unidos, Índia e Tibet. Formou-se em Coaching Integrado pelo ICI (Integrated Coaching Institute) em 2008 e desde então atua com Coaching de Vida e Carreira.

Apresentação You in Action
Rua Joaquim Floriano, 533 – 17º Andar (cobertura)
Dia 7 de março, às 9h30
Confirmações pelo email: contato@youinaction.com.br