terça-feira, 7 de maio de 2013

Linhaça, amaranto e chia: entenda mais sobre esses super alimentos!

Você tem o hábito de comer farelos e sementes?
Entenda por que é tão interessante o consumo desses alimentos.



Linhaça
Este grão tem o poder de controlar a diabetes, auxilia no bom funcionamento do intestino, contribui para uma pele mais saudável e ainda faz uma "faxina" nas artérias. Tudo isso porque a linhaça tem em sua composição "gorduras do bem": as monoinsaturadas e as poli-insaturadas (ômegas 3 e 6). 
Elas trabalham pela redução do LDL, o mau colesterol, e ainda contribuem para a saúde cardiovascular. 
Por conta da presença do ômega 3 que tem propriedade anti-inflamatória e ajuda a evitar o acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos.
A linhaça é tb rica em fibras lignanas, que aumentam a saciedade e melhoram o funcionamento intestinal. 

As fibras são interessantes tb para o controle do diabetes, pois contribuem para redução da absorção do açúcar no intestino.
Quanto mais fibras consumimos, melhor funciona nosso intestino. Por isso a linhaça é tão eficaz nesse sentido. É que o grupo das insolúveis equivale a dois terços do teor de fibras da linhaça e facilita o trabalho do intestino.
As fibras presentes na linhaça também servem para controlar a diabetes. Isso porque elas dão uma força para evitar picos de glicose no sangue.

Amaranto
Este grão é tão completo que assemelha-se a combinação arroz com feijão. 

Tudo porque, assim como o feijão, é rico em proteína (o amaranto, porém, tem 14% de concentração, enquanto feijão tem 23%) e como o arroz também possui aminoácidos, moléculas orgânicas essenciais para o nosso corpo.
O amaranto é capaz de reduzir a pressão arterial, colesterol e melhorar o funcionamento do intestino. 

É fonte de cálcio biodisponível (bem absorvido pelo organismo), dessa forma ajuda a prevenir doenças como osteoporose e obesidade (o cálcio tem um importante papel na perda de peso)
Além de ser fonte de fibras, zinco, fósforo e outros nutrientes, não contém glúten. 
Pode ser encontrado na forma de grão, flocos e farinha.

Semente de chia
Essa é a mais recente novidade em grãos do momento.
A chia é uma sementinha poderosa, fonte de vitaminas do complexo B, de minerais como: cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre.
Por ser boa fonte de cálcio é uma excelente opção para aqueles que apresentam osteopenia, osteoporose e obesidade, como já mencionado acima.
É rica tb em compostos antioxidantes podem proteger contra doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.
A chia é a semente apresenta maior teor de proteína quando comparada a outros cereais como o milho, o arroz, a aveia, a cevada e o trigo.
Por isso, o consumo da chia pode beneficiar vegetarianos, pois complementa o fornecimento deste nutriente na dieta.
Estudos apontam que o consumo da chia pode auxiliar na perda de peso, pois auxilia na redução do apetite, já que seu consumo promove saciedade.
Seu conteúdo de fibras favorece tb a eliminação das fezes e melhorando o funcionamento do intestino.
As fibras tb auxiliam no tratamento e prevenção de doenças como diabetes e doenças cardiovasculares.
Parte da glicose e gordura em excesso permanecem retidos na fibra, sendo eliminados através das fezes.


Goma de linhaça ou chia
A chia e a linhaça, quando hidratadas, incham e formam uma água gelatinosa que pode ser de muita utilidade em algumas receitas.
Dessa forma as sementes liberam com mais facilidade seus nutrientes, entre eles o Omega 3.
Esse gel pode ser usado em sucos ou vitaminas, em iogurtes e também pode ser um bom substituto do ovo em algumas receitas.
Não é fundamental a hidratação, mas pode ser feita.
Para hidratar deixe 1 col. de sopa da semente 20 a 30 min de molho em 1/2 copo de água.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Como fazer a biomassa da banana verde

Vamos deixar a preguiça de lado e fazer a biomassa da banana verde em casa?
Tire uma horinha para fazer e guarde em potinhos, super prático.

É super fácil de fazer e armazenar, vou explicar tudinho aqui.

Vamos primeiro relembrar as vantagens:
- tem baixíssimo índice glicêmico, sendo super interessante em doenças como diabetes e hipercolesterolemia;
- é rica em amido resistente, que promove saciedade, ajudando na perda de peso;
- rica em prebióticos que nutrem os probióticos ("bichinhos bons") do nosso intestino, melhorando a flora intestinal (consequentemente temos melhor absorção de vitaminas e minerais, intestino em bom funcionamento e maior produção de serotonina);
- além de melhorar a serotonina por melhora da flora intestinal é ainda rica em triptofano que é precurssor desse neurotransmissor (serotonina = hormônio da felicidade e bem estar);
- fonte de inúmeras vitaminas, entre elas as do complexo B que promovem aumento do pique e energia.

A consistência da biomassa é maravilhosa, serve para engrossar qualquer tipo de receita. Não tem sabor doce e sim neutro, pois a banana ainda verde não tem uma concentração muito grande de frutose. Por isso mesmo a biomassa tem pouquíssimas calorias.
 
Raciocinou?
Nutrição pura e maravilhosa para você e sua família + sem ninguém sentir o gosto + engrossando e melhorando a consistência de inúmeras preparações + deixando o intestino de todos saudáveis + com pouquíssimas calorias = biomassa da banana verde.

Vamos à receita:
1- Lave as bananas verdes com casca, uma a uma, utilizando uma esponja com água e sabão e enxágüe bem (você vai encontrar a banana ainda verde em feiras e alguns supermercados);
2- Coloque água em metade de uma panela de pressão e deixe ferver. Coloque as bananas (retiradas com cuidado no talo máximo, para que não abram durante a cocção) até onde couberem na água e feche a panela. Quando começar a pressão conte 8 minutos;
3- Após esse período, desligue o fogo e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas;
4- Espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da torneira, por exemplo;
5- Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela;
6-Vá aos poucos tirando a casca da fruta, e coloque no liquidificador. É importante que a fruta esteja bem quente, para não esfarinhar;
7- Acrescente água aos poucos a e processe até obter uma pasta bem espessa. Não há uma quantidade certa de água pois depende da quantidade e do tamanho das bananas;
8- Está pronta a sua biomassa!
 

Se não for utilizar imediatamente, guarde a polpa em potes pequeno, de preferência de vidro. 
Essa polpa pode ser guardada por 1 semana na geladeira e 3 a 4 meses no congelador.
Para descongelar coloque em uma panela com um pouco de água.
Outra sugestão é "descer" para a geladeira os potinhos congelados um dia antes do uso. Assim não precisa ser aquecido.

Use em sucos, vitaminas, sopas, bolos, no feijão, no pão, em purês, mingau, na papinha de bebê e onde mais a sua imaginação permitir.

A casca pode ser usada também!
Corte em pedaçinhos e tempere à gosto para fazer uma caponata maravilhosa (azeite, tempero verde, tomate, alho e pimentão).
Com torradinha fica maravilhosa.
Gostaram?